Brasil

PT negocia aliança com o PMDB em oito Estados e põe por terra a falácia do “Golpe”

“Já se tornara impossível distinguir quem era homem, quem era porco”, tal assertiva, escrita por George Orwell em a Revolução dos Bichos, escancara o cinismo e a falta de caráter da esquerda brasileira, com o anúncio na última semana, de que PT e PMDB estão se coligando em oito estados, visando o pleito eleitoral de 2018.

Sem candidato próprio à Presidência da República em 2018, o PMDB liberou as coligações nos Estados com o PT, legenda com o qual rompeu no plano nacional desde o impeachment da presidente cassada Dilma Rousseff, em 2016, colocando de vez por terra a teoria do “Golpe”.

A aliança do PT-PMDB, partidos responsáveis pelo Petrolão, deve ocorrer em ao menos oito Estados. O objetivo da sigla é se manter como dono das maiores bancadas na Câmara e no Senado na próxima legislatura (2019–2022) e ter força suficiente para continuar impondo seu fisiologismo.

Essa notícia coloca em cheque a falácia da falange petista e de seus lambe botas os comunistas e psolistas de que a cassação da presidenta Dilma Rousseff fora golpe, além de mostrar o cinismo dessa gente de esquerda.

Isso deixa claro que os dois partidos continuam juntos no intuito de saquear os cofres públicos e pior, o PMDB torna-se parceiro do PT/PSOL no projeto de instalar uma ditadura bolivariana por aqui.

O presidente Nacional do PMDB, o senador Romero Jucá (RR) foi o fiador dessa decisão, acatada com bom gosto pela presidente do PT, a senadora Gleise Hofman. O partido definiu como prioridade nas eleições do próximo ano a manutenção do seu poder de fogo no Congresso Nacional, isso significa poder para chantagear e exigir cargos em autarquias e em ministérios.

Marcelo Rebelo

Marcelo Rebelo é jornalista, relações públicas, pós-graduado em E-commerce e descontente com os rumos da política local.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Close

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios