DestaqueItabirito

Itabirito, município amarelo: estudantes da Faculdade Alis mobilizados contra o suicídio

Os estudantes de psicologia da Faculdade Alis de Itabirito (MG) estiveram nesta quinta-feira (14) na Praça da Estação, Centro da cidade, divulgando o Setembro Amarelo (campanha de prevenção contra o suicídio), bem como o Centro de Valorização da Vida (serviço que pode ser acessado gratuitamente pelo telefone 141 e tem o objetivo ajudar pessoas a optar por não se matar).

Segundo o professor e psicólogo da Alis, Santiago Souza, o “acordo de cavalheiros” que existe na imprensa mundial de não falar em suicídio deve ser revisto. “A divulgação de casos de suicídios só gera mais suicídios se a matéria for colocada de forma não responsável”, disse ele.

Não entrar em detalhes dos métodos de suicídios, não falar no sofrimento de vida do suicida e divulgar o Centro de Valorização da Vida são características de um texto que não incentivará novos casos de suicídio.

“Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), é preciso falar em suicídio na sociedade e quebrar de vez o tabu de que esse assunto é proibido”, disse o professor.

De acordo com o psicólogo, “a vida de todos tem altos e baixos e existem outras possibilidades (…) que não seja o suicídio. É necessário que se fale no assunto e que ‘novas portas’ sejam abertas”.

Opinião do site

O Impacto Atual tem como linha editorial não divulgar casos de suicídio. Contudo, esse assunto será discutido internamente no site com base na postura divulgada pelos alunos da Alis.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Close

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios