DestaqueItabirito

Cobertura da Câmara: Polêmico projeto de Lei 27/2017 teve aprovada a redação final

O problema dos escorpiões foi o centro do debate entre os vereadores na última Sessão Ordinária, ocorrida na última segunda-feira (06/11). Os parlamentares discutiram e votaram seis Projetos e Lei.

O vereador Geraldo Mendanha parabenizou a jornalista da Câmara pelo belo trabalho feito na cobertura das Sessões. Minimizou os problemas sobre a queda do link ocorrida na Sessão passada, ressaltou o trabalho dos profissionais que lá trabalham e conclamou os moradores a ouvirem as reuniões.

Aproveitou para falar sobre os problemas dos escorpiões em certos locais do município. Garantiu que a Secretaria Municipal de Saúde, por meio do Centro de Zoonoses, está trabalhando para combater essa situação, que é uma praga, que atinge também outros municípios. Elogiou o trabalho que a prefeitura vem fazendo na limpeza de todos os bueiros, mas falou para as pessoas também fazerem a sua parte.

A vereadora Rose da Saúde lembrou que na gestão passada já reclamava dos problemas dos escorpiões. Afirmou que o poder público deve tomar logo uma medida contra os aracnídeos. Ela teve a oportunidade de ir ao cemitério e ao abrir uma cova da família encontrou um escorpião. Está preocupada com as famílias que moram ao entorno.

Ela voltou a falar da ponte do Cabral, cujos trabalhos de reconstrução estão lentos. Pediu uma limpeza urgente às margens do rio Itabirito no centro da cidade. Solicitou uma guarita na UPA para atendimento aos vigias, aproveitou para elogiar o trabalho dos profissionais médicos e enfermeiros que lá trabalham.

O vereador Ricardo Oliveira esclareceu não ter nada a ver com as matérias feitas pelos meios de imprensa não oficiais e que se há alguma insatisfação com o conteúdo, que reclamem com o jornalista responsável. Entretanto, pediu mais respeito e equidade nas coberturas oficiais, pois a Casa é formada por 13 vereadores.

Disse que usa muito as redes sociais com responsabilidade e como forma de divulgar seu trabalho junto à população. Denunciou que faz um ano que as câmeras do Parque da Cidade estão sem funcionar, e isso é fundamental para se garantir a segurança dos usuários. Também falou sobre a questão dos escorpiões e disse estar muito preocupado com essa situação e exigiu providências do poder público, pois as famílias de Itabirito estão em risco.

Lembrou que a previsão de arrecadação de Itabirito para 2018 é de quase 32 milhões de reais por mês e a população tem o direito de reclamar e exigir qualidade nos serviços. Disse que uma arrecadação dessas é para poucos municípios.

O vereador Leo do Social comunga da mesma opinião, do colega Ricardo Oliveira, sobre a questão dos escorpiões. Pede providências do poder público, acha bom ele ser exposto pela mídia, relatou que o índice de reclamação tem sido muito grande.

Pediu uma atenção especial sobre a questão do parquímetro, que estão apresentando problemas. Aproveitou para apresentar um vídeo de um usuário com dificuldades ao utilizar o parquímetro.

O vereador Arnaldo dos Santos, em aparte ao vereador Leo do Social, reconheceu os problemas no sistema, mas disse que o secretário responsável virá até a Câmara para explicar as mudanças que serão feitas pela prefeitura com o intuito de melhorar o sistema.

Indicações, Requerimentos e Projetos de Lei

As indicações e os requerimentos foram todos aprovados em bloco. A Emenda Substitutiva ao Projeto de Lei 57/2017 foram encaminhadas para as comissões competentes. A Resolução 15/2017 foi aprovada em primeira votação. O Projeto de Lei 56, 58 e 59/2017 foram pedidos de vistas. O Projeto de Lei 27/2017 teve a aprovada a redação final e foi encaminhado para a sanção do prefeito

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Close

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios