BrasilDestaqueItabirito

Articuladores para o aumento da arrecadação de Itabirito recebem homenagem na Câmara

A Câmara de Itabirito (MG), na quinta-feira (14), às 10h, fará homenagem a personalidades que se mobilizaram para que houvesse a mudança no repasse da Cfem (Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais).

Com a mudança, em Itabirito, o dinheiro da contribuição passará de R$ 40 milhões para R$ 70 milhões por ano.

De acordo com o vereador de situação Max Fortes (PSB), em 2017, a arrecadação da cidade foi de R$ 220 milhões. Já para 2018, a expectativa são R$ 250 milhões de arrecadação (somados os valores vindos com a “nova Cfem”). Contudo, ainda de acordo com edil, o montante para o ano que vem pode chegar a R$ 379 milhões, se forem contados os “recursos vinculados” (como emendas parlamentares e captação de verbas extras).

A mudança na Cfem, apesar de ter sido aprovada no Congresso, ainda não foi sancionada pelo presidente Michel Temer (PMDB). Ele tem até o dia 18 deste mês para isso.

Todavia, segundo o vereador, as perspectivas são de que o presidente da República irá sancioná-la.   

Diante dessa nova perspectiva para Itabirito, a Câmara fará homenagem às seguintes personalidades: ao prefeito de Itabirito, Alex Salvador de Oliveira (PSD); ao ex-prefeito de Itabirito e consultor da Associação dos Municípios Mineradores de MG (Amig), Waldir Silva Salvador de Oliveira; ao deputado federal Marcus Pestana (PSDB), relator da MP 789/2017 que propôs a mudança na Cfem; ao deputado federal Diego Andrade (PSD); ao deputado federal Caio Nárcio (PSDB); ao deputado federal Fábio Ramalho (PMDB); ao prefeito de Nova Lima e presidente da Amig, Vitor Penido (DEM); ao prefeito de Paraupebas, no Pará, Darci Lermen (PMDB) e à gerente administrativo da Amig, Stael Gomes.  

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Close

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios